Tecnologia

Aprenda a usar o Twitter

A página do Twitter não sai mais do navegador de muitos usuários.
Tem gente que acessa mais a ferramenta que o próprio e-mail e MSN.
Parece que ficaram para trás os scraps no Orkut e mensagens de status no comunicador.
O Twitter funciona como um mural de posts onde qualquer um pode ler notícias, dicas, conversas e pequenas notas sobre o cotidiano.
O crescimento da ferramenta foi de 1.382% em 12 meses e alcançou sete milhões de pessoas.
Perfis famosos chegam a ganhar 10 mil novos seguidores por dia.
Definido como uma ferramenta de atualização de status, que compartilha informações do interesse do usuário, o Twitter propõe uma pergunta original que é adaptada para diferentes usos. No lugar de “O que você está fazendo?”, os perfis revelam o que estão pensando ou o que acharam interessante. Até mesmo pequenos diálogos acontecem pelo site. O volume de dados não para de aumentar, junto com os rumores de que o site estaria na mira do Google, que abandonou o concorrente Jaiku.
Outra inovação é a possibilidade de acessá-lo por qualquer gadget com acesso à Internet. Como usa Software Livre, milhares de desenvolvedores têm acesso ao seu código de programação e desenvolveram complementos que permitem o uso via celular, navegador e vários outros programinhas que turbinam a experiência.

O Twitter é usado para os mais variados fins

No Twitter, o internauta cadastrado não precisa acompanhar seus seguidores. Clicando em Follow, passa a receber as atualizações dos perfis escolhidos. Quem decide ler seus posts, torna-se também um seguidor, chamado de Follower.
Raquel Recuero, pesquisadora de mídias sociais da UCPel, descobriu que quanto mais seguidores um perfil tem, mais seguidos ele acumula e mais atualizações publica. Ulisses Mattos conta que segue pessoas que reconhece como formadores de opinião. “Recebo informações que têm a ver comigo”, resume o jornalista.
Recuero esclarece que as pessoas buscam fontes que possam gerar informações novas, relevantes e confiáveis.
Ela aponta que 94% das pessoas clicam nos links indicados, apesar de boa parte estar mascarado por atalhos para reduzir o número de caracteres.

O Twitter pelo mundo

Usado desde 2006 por “early-adopters” – usuários que adotam antes as novidades tecnológicas, o Twitter está se alastrando pelo mundo.
São Paulo é a quarta cidade no mundo em acessos pela Web. As primeiras são Londres, Nova Iorque e São Francisco.
Por país, os EUA dominam e o Japão aparece em segundo. Espanha e Reino Unido vêm em seguida.
Twitter cresceu mais que Facebook e MySpace.
Contato imediato com todo mundo
O publicitário e blogueiro Michel Lent destaca a possibilidade de estreitar relações que a ferramenta oferece. “Fala-se muito que a tecnologia distancia as pessoas, mas uso o Twitter para marcar encontros com amigos e pessoas que só conheço virtualmente. É mais eficiente do que mandar emails e aumenta a convivência”, lembra.
Já o publicitário Hiro Kozaka aposta em outras hipóteses. “Não me impressionaria de ver usos impensados como um alerta de tiroteio ou invasão do tráfico. Funcionaria como um alarme social. Ele já é usado assim em casos de catástrofes e acidentes. Ou mesmo avisando sobre problemas de transporte como ‘A linha 464 está demorando muito, pegue o 474 se quiser ir para o Maracanã”, arrisca.
O recurso também vem sendo usado por empresas para fazer marketing e virou um canal de comunicação. A estratégia funciona porque só o usuário pode decidir se quer receber informações. Há experiências de gerenciamento de reputação – em que a empresa acompanha o que é dito sobre ela – , de suporte técnico online a serviços – com atendentes respondendo em tempo real ás reclamações postadas por twiteiros e como canal promocional, divulgando ofertas e produtos.
Serviço de notícias pessoal, lançamentos de livros, entrevistas online e mobilizações sociais relâmpago são algumas das aplicações que já foram registradas nos posts do Twitter.
Nos EUA, a feramenta ficou famosa durante a campanha presidencial. O então candidato Barack Obama postava diariamente pelo seu BlackBerry e convidou eleitores de cada estado a participarem da votação. Após a eleição, o perfil de Obama, que chegou a bater recorde de seguidores durante vários meses, está quase abandonado, sem atualizações.
Fora do Brasil, boa parte dos twiteiros usa aplicativos para acessar o Twitter por celular. Os textos curtos, que exigem concisão, são publicados em tempo real.
Criado em 2006, o Twitter demorou a decolar por motivos técnicos. O crescimento acelerado dos acessos frequentemente sobrecarrega seus servidores e evoca a tela de congelamento, estrelada por uma simpática baleia carregada por passarinhos e apelidada de Fail Whale.
Primeiro no Twitter
A rapidez para espalhar informação pelo Twitter influencia a mídia convencional a dar espaço para a ferramenta. O caso mais famoso foi a queda de um avião em Nova Iorque. Antes de qualquer site de notícias, uma foto das vítimas estava no Twitter graças ao flagrante publicado por um internauta que usava um iPhone.
O mundo também ficou sabendo antes de um ataque terrorista em Mumbai, na Índia, e de um terremoto em Los Angeles, em julho de 2008. Com imagens de pessoas comuns envolvidas nos acontecimentos, a mídia conseguiu saber mais cedo dos eventos.
Recentemente perfis foram usados para confirmar o término do namoro entre Madonna e o modelo Jesus Luz. Os posts teriam motivado ainda o rompimento entre Jennifer Aniston e o músico John Mayer.
Já Ashton Kutcher costuma publicar fotos exclusivas de bastidores dos filmes em que atua e da mulher, a também atriz Demi Moore, em casa.
‘Tweets’ turbinados
De carona no sucesso do Twitter surgiram muitos sites e programas para serem usados com ele, incrementando a experiência do internauta, ou permindo o acesso à ferramenta em celulares e smartphones.
Os sites Twitter Search e Twitter Pics estão entre os essenciais. Um faz pesquisas no Twitter e outro publica imagens.
Com visual espartano, o Twitter Search tem uma janela para digitar o termo procurado e indica temas do momento. Oferece uma busca avançada que permite procurar citações por pessoa, entre outras coisas. Tem uma extensão para ser usado direto no navegador Firefox.
O Twitter Pics funciona como um atalho para publicação de fotos. Basta acessar o site com seu nome e senha do Twitter para subir imagens. Um link para a foto aparecerá como post no seu Twiiter.
Há programas para usar o Twitter sem o navegador. O TweetDeck, organiza os posts de maneira diferente, separando em colunas seus comentários, respostas, mensagens diretas. É generoso em opções. Pode-se adicionar mais colunas, como favoritos, à tela. Para cada post, você tem a opção de clicar com o botão direito para responder, retweetar, mandar uma resposta direta, apagar o texto, entre outras. O TweetDeck alerta quando há atualizações.
O Twitteroo também roda fora do navegador, e é mais simples. Já o TwitterFox é uma extensão que puxa os tweets pelo Firefox, mas sem precisar abrir o site no navegador.
Para dispositivos móveis, há TwitterBerry e Twitter for Iphone, entre outros.

» Glossário de termos comuns no Twitter

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.