Tecnologia

Como instalar vários sistemas operacionais no PC?

Se você formatou o disco rígido do seu PC e planeja instalar mais de uma versão do Windows, fique tranquilo, pois a tarefa, nesse caso, é relativamente simples, embora exija atenção a alguns detalhes importantes.
Quem deseja instalar mais de uma versão do Windows, por exemplo, deve começar pela versão mais antiga.
Caso contrário, na hora de iniciar o PC, o usuário não conseguirá escolher (de maneira simples) a versão do Windows que deseja usar para o boot; o PC irá utilizar a mais antiga para isso automaticamente.
As demais versões continuam lá, instaladas, mas praticamente inacessíveis.
Com o Windows Vista sendo instalado por último, ele reconhece que a existência de versões anteriores e quando o sistema é iniciado será exibida uma tela de menu para que o usuário selecione o sistema operacional que deverá utilizado.
Feita essa ressalva, vamos voltar ao ponto de partida. Cada sistema operacional que for instalado deverá ocupar uma partição separada do disco rígido. Assim, divida o seu HD em tantas partições quantos forem os sistemas operacionais que for instalar. Se preferir criar uma partição adicional, reserve-a para armazenamento dos seus arquivos pessoais, como documentos, fotos, vídeos etc., e que poderá ser compartilhada com todos os sistemas operacionais instalados.
Você verá aqui os passos para instalar o Windows XP, o Windows Vista e ainda deixar uma partição sobrando – que poderá ser usada para instalar outro sistema posteriormente, caso queira.
Primeiro sistema
Como o Windows XP é a versão mais ‘antiga’ dos Windows a serem instalados, vamos começar por ela. Insira o CD do XP na unidade óptica e ligue a máquina, como se fosse instalar normalmente apenas o XP. Na tela inicial da instalação do Windows XP apenas pressione a tecla Enter para iniciar o processo.
O assistente irá exibir o espaço total em disco. Como o objetivo é instalar mais de uma versão de sistema operacional, deve-se escolher a opção Criar Partição, que está localizada na parte inferior da tela.
A etapa seguinte consiste na definição do tamanho desejado para a partição que está sendo criada. Em nosso exemplo, digitamos 200.000 porque o Windows solicita o tamanho em megabytes, ou seja, cerca de 200 gigabytes (nosso HD tem 1 terabyte de tamanho).
Ao pressionar a tecla Enter o assistente volta para a tela onde visualizamos as partições, no caso. Repare que já é exibida a unidade C e, na frente, Partição 1; o restante do espaço em disco, não alocado ainda, é exibido como “não particionado”.
A partir disso, basta pressionar a tecla Enter novamente e prosseguir com a instalação do Windows XP.
O assistente do Windows irá formatar a partição criada e iniciará a instalação do sistema operacional propriamente dita. O processo pode demorar um pouco e exigir algumas reinicializações, a maior parte automática.
Instale o Vista
Terminada a instalação do Windows XP é hora de iniciar a instalação do Vista. Insira o DVD com o Windows Vista na unidade óptica e reinicie a máquina – não faça a instalação por meio do assistente, de dentro do Windows XP; se o fizer, não terá a opção de criar uma segunda partição.
Como agora o PC já tem um sistema instalado, a inicialização da máquina é diferente. A figura abaixo mostra a mensagem que será exibida. Nesse ponto, deve-se pressionar alguma tecla, dentro de 10 segundos.
Caso não o faça, o PC irá carregar o Windows XP. Isso não prejudica em nada a instalação, porém, você terá que reinicializar a máquina novamente para que a partida se dê a partir do DVD do Windows Vista.
Passada esta etapa, o assistente do Vista irá solicitar que se escolha o tipo de instalação a ser realizada. Como não há outra versão do Vista instalado, apenas o tipo Personalizada será exibido. Selecione-a para avançar.
A etapa seguinte também exige sua atenção. Note que há dois itens listados na tela exibida. O primeiro item, onde está escrito partição 1, é onde o Windows XP está instalado e não deve ser usado. Escolha o segundo item, denominado Espaço não alocado, mas não clique no botão Avançar, caso contrário, o assistente do Vista irá tomas todo o espaço restante no disco rígido para partição que irá comportar o novo sistema operacional. Em vez disso, escolha o item Opções de unidade (avançadas).
Na nova tela, escolha a opção Novo e digite o tamanho da partição que você deseja para instalar o Vista. Usamos 200.000, pois, da mesma forma que o XP, o Vista também pede o tamanho em megabytes. Depois clique no botão Aplicar.
Não se assuste com a tela que virá a seguir. Observe que depois de criar uma segunda partição, o sistema irá mostrar dois itens com a mesma denominação “espaço não alocado”. Um deles exibe 0 MB de espaço livre e o outro exibe o restante que sobrou ainda de espaço no disco. O Vista utiliza isso apenas como controle interno.
O importante é notar que foi criado um terceiro item, denominado Partição 2, com o tamanho aproximado de 200 GB e que está pronta para receber a instalação do novo sistema operacional.
Selecione então a Partição 2 e clique no botão Avançar para que o assistente complete o processo de instalação do Vista. Ao final do processo, desligue o sistema e volte a ligá-lo.
Note que será exibido um novo menu (como o que vemos na imagem abaixo). A opção Versão anterior do Windows representa o Windows XP e a outra, como o nome indica, o Vista. Basta selecionar a opção desejada e teclar Enter.
Lembre-se que o disco rígido, pelo menos no nosso caso, ainda possui espaço livre. Ele pode ser usado para instalar outros sistemas operacionais. Pode ser que haja alguma diferença em alguma etapa, mas o processo é basicamente o mesmo do indicado acima.
Apenas para ter uma noção de espaço, depois de instalados, o Windows XP ocupa quase 3,5 GB e o Windows Vista, 9,5 GB. Instalamos também o Windows 7 RTM e ele exibe os mesmos 9,5 GB que o Vista.

One Comment

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.