Tecnologia

Computador Portátil para Professores

O projeto Computador Portátil para Professores foi elaborado em continuidade ao projeto Cidadão ConectadoComputador para Todos, sendo também parte integrante das demais iniciativas de qualificação da educação brasileira.
O projeto é resultado da articulação entre o setor privado – indústria de computadores e bancos – e o setor público, por intermédio da Presidência da República, Ministério da Educação – MEC, da Ciência e Tecnologia – MCT, e da Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos – ECT, destinado aos professores em atividade do ensino básico, profissional e superior das instituições credenciadas junto ao MEC.
O objetivo central do Programa é facilitar aos professores a aquisição de computadores portáteis.
Inicialmente, os procedimentos do programa serão testados em 64 cidades do país que fazem parte da Rede de Aprendizagem e obtiveram maior Índice de Desenvolvimento da Educação Básica – IDEB com base no ano de 2007. Em seguida, o Programa será implantado em todas as capitais e posteriormente em todos os municípios..
Objetivo geral
Criar condições para facilitar a aquisição de computadores portáteis para professores da rede pública e privada da educação básica, profissional e superior, credenciadas junto ao Ministério da Educação – MEC, a baixo custo e condições diferenciadas de empréstimo.
O projeto pretende contribuir diretamente com outros projetos e programas do Governo Federal, como o projeto Um Computador por Aluno – UCA, o Programa Nacional de Tecnologia Educacional – ProInfo, e o Programa Banda Larga nas Escolas que visam universalizar o uso de computadores e a conexão à internet nas escolas públicas até o final de 2010.
Objetivos Específicos

  1. Facilitar aquisição de computadores portáteis para professores com preço máximo de R$ 1.400,00 (Hum mil e Quatrocentos Reais) à vista, com frete incluso e configuração básica de acordo com a portaria do programa Cidadão Conectado – Computador para Todos.
  2. Auxiliar na formação intelectual e pedagógica dos professores, a partir da interação com as novas tecnologias da informação e comunicação – TIC, através da facilitação do acesso ao computador portátil.
  3. Aumentar os atuais patamares da inclusão digital e fomentar o desenvolvimento sustentável brasileiro.
  4. Propiciar um ambiente favorável à inovação na área de educação, paralelamente ao desenvolvimento de futuras tecnologias na área pedagógica e social, contribuindo assim para a melhoria da qualidade do ensino público brasileiro.