Tecnologia

Exercite a criatividade. Dentro e fora do trabalho

O pensamento criativo pode ser treinado e direcionado para qualquer área de trabalho.

É preciso saber que a criatividade começa a surgir quando conseguimos observar dois lados de uma situação, ou duas utilidades para um mesmo objeto.

A sucata do serralheiro pode virar uma obra de arte, por exemplo.

O olhar criativo precisa ser treinado.

Seguem algumas dicas para ajudar a treinar a sua criatividade.

Veja:

Para fazer no trabalho

[spoiler]1) Valorize novas ideias
O estímulo à implementação de novas ideias mantém os funcionários motivados a serem criativos na hora de apresentar sugestões. Procure estimular a busca por um trabalho diferenciado. Existem muitas formas de se confeccionar mesas e cadeiras, acrescente detalhes que tornem os seus produtos especiais;

2) Estimule o aprendizado
Na tentativa de fazer algo diferente, pode ser que tudo dê errado. Mas os erros são muito úteis no caminho do aprendizado. Se a primeira tentativa não deu certo, o líder deve estimular sua equipe a não desistir de tentar. Através do diálogo pode-se entender o que deu errado e buscar outras soluções criativas. Além disso, pode-se reaproveitar o material empregado na fabricação de um lustre ou abajur, por exemplo;

3) Reconheça esforços
Quando um profissional percebe o reconhecimento de uma inovação proposta pelo outro, ele se sente motivado a ser criativo também, a arriscar. Uma sugestão é colocar uma foto da pessoa cuja ideia foi implantada num mural, acompanhada de um parágrafo mostrando o benefício trazido à empresa;

4) Ouça opiniões
Antes de pedir para um funcionário realizar uma tarefa, vale a pena ouvir a opinião dele. Pode ser que ele não faça do seu jeito, mas o método dele pode trazer algo a ser acrescentado ao seu;

5) Programe atividades
Quando os funcionários têm a possibilidade de se encontrar fora do trabalho, são estimulados a trocar informações e, assim, exercitar o olhar criativo. Mas algumas atividades podem ser realizadas na oficina mesmo. Peça a eles que escrevam uma ideia para melhorar o trabalho, e deposite essas ideias em uma urna. No final do mês, sorteie uma delas e dê um prêmio. O sorteio vai motivá-los a serem criativos todos os dias e pode ser que algumas ideias sejam, de fato, implementadas. No caso dos funcionários se sentirem acanhados, promova também um concurso de ideias absurdas. Todos vão se divertir escolhendo a mais maluca e você poderá perceber que algumas delas não serão tão absurdas assim. É que, ao se libertar do medo da desaprovação, a mente fica mais aberta para explorar propostas diferentes.[/spoiler]

Para fazer fora do trabalho

[spoiler]1) Exercite a curiosidade
Não tem segredo, basta ser curioso. Quanto mais interesse tiver pelas pessoas, assuntos e situações, mais vai desenvolver a criatividade. Converse muito, pesquise o trabalho de outros serralheiros, descubra formas diferentes de empregar objetos, seja observador. Não precisa ir tão longe, de repente, ao olhar melhor para o brinco da sua filha, você descubra que aquele formato se encaixaria perfeitamente em uma grade de janela ou em uma cadeira infantil;

2) Informe-se
As pessoas criativas são extremamente informadas. Leia tudo o que puder, inclusive jornais e revistas que não costuma ler. É surpreendente como alguma coisa vai sempre despertar o seu interesse, mesmo que venha de onde você menos imagina;

3) Faça diferente
Experimente o novo. Fazer novas combinações aumenta o nosso repertório de escolhas. Tente misturar cores, texturas e alimentos que você não combinaria. Mude o caminho, troque os móveis de lugar, entre em uma loja que nunca entrou etc. Sua mente vai ficar ativa e você fará muitas descobertas;

4) Volte a ser criança
Separe um tempo do seu dia e brinque com seus filhos, sobrinhos ou com animais. Invente brinquedos para eles e os confeccione com a sobra de materiais. Brinque e observe as crianças enquanto brincam. Fique atento às suas necessidades. O resultado pode levar à criação de peças bem interessantes, que podem até ser vendidas na serralheria;

5) Vire professor
Quando pensamos em nos capacitar, pensamos sempre em aprender, mas a verdade é que o ato de ensinar também é muito importante. A inversão de papéis leva o nosso cérebro a uma outra aprendizagem, a da criatividade. Descubra qual a melhor forma de ensinar outro serralheiro a fazer um banco de piscina artesanal, conte seus segredos, a sua experiência, mas estimule também o olhar criativo do seu funcionário. O professor não ensina só a técnica, ensina a pensar.[/spoiler]

Todos nós podemos ser criativos, é uma questão de treino. Se não fosse a criatividade, nós todos usaríamos os mesmos móveis que a família real usava em 1808. A verdade é que os objetos artesanais, que não são produzidos em série, são cada vez mais valorizados pelo cliente. Todos pagam mais por peças que ninguém tem igual. E haja criatividade para isso. Mas não desista. Este treino vai trazer benefícios para todas as áreas da sua vida e, de quebra, aumentar consideravelmente o seu lucro!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.