Tecnologia

Google pode trocar Firefox por Maxthon

O novo alvo de aquisições do Google é um navegador.
A empresa americana teria investido 1 milhão de dólares no Maxthon Browser, segundo o site Tech Crunch.
O dinheiro torna o Google o acionista minoritário da startup que produz o browser e conta com investidores como Morten Lund, um dos primeiros a apostar no Skype.
O browser contabiliza mais de 82 milhões de downloads, a metade deles na China.
Como primeiro resultado da transação, o Maxthon, que adota como ferramentas de busca padrão o Baidu, na China, e o Yahoo!, em outros países, teria o Google como novo buscador.
O segundo passo seria integrar as outras ferramentas do Google ao browser.
O Google também deve substituir seu navegador de preferência, cargo atualmente ocupado pelo Firefox. A suíte de aplicativos Google Pack inclui o browser da fundação Mozilla no pacote.
Bruno Ferrari, da INFO

0 Comments

    1. Verdade, Luiz.
      Para quem ficou órfão do Netscape e se identificou com o Firefox, o Maxthon vem pra ficar. Tem qualidade e é seguro, também.
      Mas, como sabemos, o Google resolveu se engajar em outro projeto (o Projeto Chromium) e lançou seu próprio navegador: o Google Chrome.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.