Tecnologia

Google Sites traz de volta o estilo Geocities

Esta notícia não é lá muito nova, mas no final de maio, o Google abriu as portas do seu serviço de criação e hospedagem de sites para qualquer usuários.
O detalhe é que até então, apenas os assinantes do Google Apps podiam criar páginas com o Google Sites.
Parece pouca coisa, mas não é.

O Google Sites traz uma interface espetacular. Com meia dúzia de cliques qualquer usuário consegue criar uma página pessoal razoavelmente sofisticada, com documentos embutidos, tabelas, imagens, links e tudo o mais. Calendários e vídeos também podem ser publicados facilmente por meio de menus rápidos.


Quem acessa a internet há algum tempo com certeza se lembra do Geocities, do Yahoo!. O serviço era sinônimo de criação de sites pessoais. No Brasil, ele inspirou os HPG, o KitNet e sabe mais quantos criadores de páginas. Todo mundo gostava da idéia, de ganhar de graça o pacote hospedagem, endereço, templates… Mas a internet estava na era pré-blog.
O Blogger e seus pares acabaram com a raça do Geocities. E as redes sociais terminaram o trabalho, arrebatando . Só que o Google Sites não é apenas um Geocities arrumadinho.
O serviço é baseado no JotSpot, empresa comprado pelo Google em 2006, e permite diferentes níveis de edição para vários usuários.
O lance é parecido com a Wikipédia, mas tem uma interface tão simples e ágil que pode ressuscitar o estilo Geocities de criar páginas pessoais.
Perca 3 minutos para dar uma olhada no Google Sites e criar seu sites.google.com/nome, e comente aqui o que você achou.
Em tempo: o Geocities não morreu. Cadastrados no Yahoo! Podem ter seu site com endereço geocities.yahoo.com.br/nome

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.