Tecnologia

Laptop com segredos da Petrobras é roubado

Um Laptop e um HD externo com dados de pesquisas da Petrobras foram roubados hoje, durante transporte.
A Petrobras informou que sofreu um roubo de computadores que armazenavam dados importantes de pesquisas realizadas na costa brasileira. Os equipamentos furtados continham informações muito importantes para a companhia. O assunto está sob investigação e a empresa informou ter cópias dos dados que estavam nos computadores roubados.
A Petrobras diz ainda que o material não estava sob sua vigilância quando ocorreu o roubo, mas não quis informar quem estava responsável pelos equipamentos.
O roubo ocorreu em um contêiner que trazia os equipamentos que haviam sido despachados de uma plataforma de pesquisa da Petrobras na bacia de Campos para os escritórios da empresa em Macaé (RJ).
A Petrobras não forneceu maiores informações sobre as circunstâncias do roubo. A Polícia Federal também não tem qualquer informação sobre o roubo, até o momento.
Os computadores continham informações sigilosas sobre as reservas de petróleo e gás na camada ultra-profunda chamada de pré-sal, onde está o megacampo de petróleo de Tupi, na bacia de Santos. Não foram fornecidos detalhes sobre o tipo de informação contida nos equipamentos.
A camada pré-sal, que se estende por 800 quilômetros ao longo da costa brasileira, é foco de forte interesse no setor de petróleo desde que a Petrobras confirmou reservas recuperáveis de 5 a 8 bilhões de barris no campo ultraprofundo de Tupi.
O diretor de Exploração e Produção da empresa, Guilherme Estrella, afirmou recentemente que não há mais risco exploratório na região pré-sal, ou seja, é praticamente certo que todo poço perfurado encontrará petróleo ou gás.
O governo federal retirou de leilão várias áreas próximas a Tupi, aguardando ter mais informações sobre o potencial dos blocos.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.