Tecnologia

Operadora Oi deve chegar a São Paulo em 7 meses


A Oi vai iniciar suas operações no Estado de São Paulo entre seis e sete meses.
O grupo de telecomunicações Oi, antiga Telemar, estima que a construção de sua rede de telefonia celular em São Paulo, região em que obteve licença para operar nesta semana, após leilão de frequências da Anatel, levará ao menos um semestre.
A entrada da Oi em São Paulo depende ainda do fechamento de contratos, já que a equipe começou a trabalhar com os fornecedores agora.
Sem estimar números de investimentos, a operadora não pretende praticar subsídios na venda de celulares pré-pagos.
Na turma do baixo valor e na turma do pré-pago, a Oi vai trabalhar nos mesmos moldes em que tem trabalhado em sua área atual: não vai intermediar os handsets. A Oi atua no Sudeste, com exceção de São Paulo, e nos Estados do Nordeste e parte do Norte.
No pós-pago a situação é um pouco diferente, porque se tem um contrato com o cliente. O pós-pago é outro mercado, um mercado mais de serviços. A Oi adotou estratégia de parar de subsidiar a venda de celulares para se concentrar na comercialização de chips GSM.
O leilão de frequências de telefonia celular de terceira geração (3G), que permite acesso rápido à Internet, se dará até o final deste ano. A Oi estará lá.

0 Comments

  1. eu Elaine gostaria que esta lace a torre na minha cidade se vcs quiser eu tenho um terreno numa otima localidade porque os que tem a oi fica fora de area o tempo todo seria muito bom eu agradeço pela sua atenção obrigado

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.