Tecnologia

Qual a diferença entre LED e LCD ?

Esta é uma pergunta cada vez mais frequente.

Com o acesso mais fácil a estas tecnologias, é bastante comum a dúvida.

Veja:

TVs de LCD

[spoiler]As TVs LCD (Liquid Crystal Display) usam a mesma tecnologia dos visores de câmeras filmadoras, fotográficas digitais e computadores portáteis. Esta tecnologia tornou possível desenvolver monitores e TVs mais finos na espessura, com excelente qualidade de imagem. Ocupam pouquíssimo espaço e compõem um visual moderno e elegante no ambiente.

É especialmente recomendada para monitores de computador, devido à quantidade de horas que se passa diante da tela. Outra característica é a facilidade para instalar em relação às TVs convencionais. As LCDs ainda podem ser Full HD, ou altíssima definição, proporcionando uma qualidade de imagem impecável em se tratando de TV digital.

A tecnologia

A tecnologia LCD exige pequenas voltagens para operar, produzindo menos calor e consumindo menos energia. O cristal líquido é aprisionado entre duas lâminas de vidro geralmente e é composto de micropartículas sólidas e fluidas, contando com uma estrutura similar à de um cilindro. Quando ligada, a TV recebe uma descarga elétrica capaz de movimentar as moléculas de cristal líquido, ativando filtros que compõem as cores das imagens.

Em geral, possuem uma lâmpada de luz branca, também chamada de backlight, cuja luminosidade é filtrada – a imagem é criada pelo bloqueio ou não da luz – pelos cristais líquidos da tela em 3 cores primárias por pixel (há modelos que usam leds de 3 cores no padrão RGB em vez da luz branca, para melhorar a performance da cor). Os pixels individuais são acessados um a um, digitalmente. A imagem é mais estável do que nas TVs convencionais.

Principais características da TV LCD:

•  Perfil muito fino. Pode ser pendurada na parede, ocupando menos espaço.
•  Nestas TVs, há menos luz refletida, porque a tela polariza a luz e filtra a cor, melhorando o contraste em ambientes iluminados.
•  Tem mais brilho e este é uniforme na tela inteira, independentemente do ângulo de visão do espectador.
•  Amplo ângulo de visão em torno de 170 graus sem nenhuma distorção.
•  Imagem nítida com resolução de alta definição (pronta para HDTV).
•  Supera o plasma em aplicações de exibição de informações.
•  Não “queima” a tela (espécie de “fantasma”, ou traço permanente de uma imagem estática, como o logotipo das emissoras, que fica marcado na tela, se exibido por muito tempo).
•  A maioria dos modelos tem formato widescreen, sendo ideal para filmes e TV digital.
•  Conexões com diversos aparelhos e sistemas, inclusive computadores pessoais para alguns modelos.
•  As lâmpadas de fundo podem ser substituídas, garantindo eficiência do aparelho por mais tempo.
•  Pode ocorrer o fenômeno de pixels mortos (dead pixels), um problema que ocorre quando pontos digitais da tela deixam de funcionar.[/spoiler]

TVs de LED

[spoiler]
A tecnologia LED é uma variação do LCD. Consiste no uso de diodo emissor de luz mais econômico e com melhor definição de imagem. Em vez de uma lâmpada acesa na parte traseira, possui leds posicionados nas bordas, iluminando uma placa transparente e cheia de ranhuras, que dissipam a luz emitida. O resultado é menos luz na tela, se comparado às LCD, o que garante um contraste infinitamente superior e uma reprodução muito melhor das cores.

A nova linha de TVs LED veio para revolucionar a forma como assistimos TV e suas telas têm espessura entre 2,5 e 5 cm. Como não precisam de lâmpadas CCFLs para a luz de fundo, elas são completamente livres de mercúrio, não agredindo o meio ambiente. A economia de energia também é imensa.
[/spoiler]

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.