Tecnologia

Site americano elege “a palavra do ano”

Jonathan Oatis, da Reuters

Será que “landslide” [deslizamento de terra ou vitória esmagadora] vencerá? Ou o posto de palavra do ano de 2006 caberá a sectário, vendeta ou “decider” [aquele que decide]?

A Merriam-Webster, editora de um dos principais dicionários norte-americanos, está solicitando aos visitantes de seu site que escolham “a palavra que, isoladamente, representa melhor o ano de 2006”.

A votação começou em 20 de novembro e será encerrada em 4 de dezembro, informou Arthur Bicknell, porta-voz da editora. “Nós estamos recebendo literalmente milhares de votos”, disse.

Bicknell afirmou que a empresa, controlada pela Encyclopedia Britannica, não tinha idéia de que palavras estavam na liderança. A editora espera anunciar a vencedora e as nove outras palavras mais votadas em meados de dezembro.

A Merriam-Webster OnLine, que oferece definições gratuitas e sinônimos por meio de seu dicionário na Web, começou a promover uma votação para selecionar a palavra do ano em 2003.

“Nós estamos tentando algo diferente este ano”, solicitando que as pessoas sugiram o que consideram como palavra mais importante, informa o site.

Nos anos anteriores, a palavra do ano era selecionada com base no número de pedidos de definição ou sinônimo que ela recebia no site ao longo do ano. Em 2005, a vencedora foi “integridade”. Em 2004, ganhou “blog” e em 2003, “democracia”.

Pistas sobre as palavras bem classificadas este ano podem ser encontradas nas listas de termos mais consultados: “filibuster” [manobra legislativa para atrasar votação], sectário, vendeta e “decider” lideram a lista, informou John Morse, presidente e editor-chefe da Merriam-Webster.

Morse disse que “google” está na lista das 20 mais, depois que a editora anunciou que acrescentaria a palavra –nome do mais popular serviço de busca na Web [como verbo à 11a edição de seu Collegiate Dictionary].

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.