Tecnologia

Windows XP não é mais vendido. E agora?

Ontem foi o último dia em que o Windows XP pôde ser vendido nas lojas e nos PCs. Alguns choram, outros lamentam e os menos preocupados usam Mac ou Linux.
A Microsoft definiu a data como limite para as vendas do Windows XP, sistema que deve ser gradativamente substituído pelo Windows Vista.
O anúncio contraria o que havia sido divulgado em abril, mas a Microsoft parece apostar no Windows 7, a nova versão de seu sistema operacional.

Disponível no mercado há um ano e meio, o Vista já conta com seu primeiro Service Pack disponível e é atualmente um sistema muito mais compatível que na época de sua estréia.
Oficialmente, o Windows XP será comercializado daqui para frente somente pré-instalado em computadores ultra portáteis. Os mini laptops quase nunca possuem hardware suficiente para rodar o Vista.
O sucesso do XP e problemas de compatibilidade do Vista, no entanto, fazem muitos usuários preferirem manter o sistema operacional que chega ao fim de seu ciclo a migrar para o Vista. Para atender esta demanda, muitos integradores vão oferecer a opção de downgrade para quem comprar máquinas com Vista.
A Dell, por exemplo, permite que seus usuários optem se desejam ficar com uma versão do Vista ou efetuar o downgrade para o XP. A opção está disponível apenas para alguns modelos, como os que compõem as linhas Vostro e Inspiron.
A opção de downgrade e computadores já despachados para o varejo são as opções, daqui para frente, para quem deseja manter o XP.
A exemplo do que ocorreu com o Win 98 (quando ninguém utilizava o 2000, nem o ME e só o XP veio cair nas graças dos usuários), será que começa uma nova era de sistemas operacionais zumbis?
Vote na enquete “Com o fim do Windows XP, que sistema você vai usar?

0 Comments

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.