Procurando um PC compacto? Conheça o Studio Hybrid da Dell

por René Ribeiro
Desktop Studio Hybrid Dell
O novo computador da Dell é 80% menor que um PC de mesa comum, pesa apenas 2,3 quilos e consome 70% menos energia elétrica.
E nem parece um desktop. O Studio Hybrid, novo equipamento da Dell, chama atenção por ser compacto, leve e ter linhas arredondadas. Ele mede 22,3 centímetros de altura (contando com a base), 7,1 de largura por 21,1 cm de profundidade. E pesa apenas 2,3 quilos. Se você preferir, ele pode ser usado na horizontal. Basta retirar a base e montá-la na lateral do pequeno PC.
Para chegar a um computador de mesa tão reduzido, foram utilizados componentes muito parecidos com os de um notebook. Exemplo disso é sua fonte de alimentação externa, com o mesmo formato das utilizadas em laptops. Além da facilidade de transporte, ele também cabe em qualquer canto.
Há várias configurações disponíveis para o equipamento. Testamos o modelo com processador Core 2 Duo T8300 (2,4 GHz), 4 GB de memória padrão DDR2 667, HD de 250 GB, unidade óptica que lê Blu-ray e grava DVD, chipset Intel GM965 com vídeo GMA X3100 e chip de som Realtek, que simula saída 5.1. O sistema operacional é o Vista Home Premium.
Como nos computadores iMac, da Apple, a unidade óptica é tipo slot. Não há bandeja externa, pois o disco é “puxado” para dentro. O botão de eject é por toque, o que deixa o gabinete com apenas um discreto botão de liga e desliga. Na parte frontal do Hybrid há duas portas USB, leitor para cinco tipos de cartão de memória e saída para fone de ouvido.
E na parte de trás você encontra três entradas USB, uma FireWire 400, saída e uma entrada de áudio, conector para áudio digital, duas saídas de vídeo com padrões DVI e HDMI e um conector RJ-45, para rede Ethernet padrão Gigabit.

1 2 Próximo »

No Responses

  1. Pingback:
    Fatal error: Uncaught Error: Call to undefined function get_comment_author() in /home/tetera/www/wp-includes/comment-template.php:233 Stack trace: #0 /home/tetera/www/wp-includes/comment-template.php(294): get_comment_author_link('7088') #1 /home/tetera/www/wp-content/themes/mts_sociallyviral/functions.php(1023): comment_author_link() #2 /home/tetera/www/wp-includes/class-walker-comment.php(183): mts_comments(Object(WP_Comment), Array, 1) #3 /home/tetera/www/wp-includes/class-wp-walker.php(147): Walker_Comment->start_el('', Object(WP_Comment), 1, Array) #4 /home/tetera/www/wp-includes/class-walker-comment.php(139): Walker->display_element(Object(WP_Comment), Array, '5', 0, Array, '') #5 /home/tetera/www/wp-includes/class-wp-walker.php(390): Walker_Comment->display_element(Object(WP_Comment), Array, '5', 0, Array, '') #6 /home/tetera/www/wp-includes/comment-template.php(2391): Walker->paged_walk(Array, '5', 0, 0, Array) #7 /home/tetera/www/wp-content/themes/mts_sociallyviral/comments.php(30): wp_list_comments('callback=mts in /home/tetera/www/wp-includes/comment-template.php on line 233